fbpx

5 trilhas sonoras marcantes da história do cinema norte-americano

Written by on 04/01/2022

“Eu sou o Groot!”“Run, Forrest, run!”A trilha sonora é parte vital de uma produção audiovisual. Através dela, é possível provocar diferentes emoções nos espectadores e criar memórias afetivas que ficarão para sempre guardadas em nosso cérebro. Ao longo da história do cinema, temos diversos exemplos de filmes que se tornaram inesquecíveis devido à escolha das músicas que compõem a sua trilha.

Vamos relembrar algumas soundtracks memoráveis da sétima arte?

  • Forrest Gump – O Contador de Histórias (1994)

O longa, dirigido por Robert Zemeckis e protagonizado por Tom Hanks, conta a história de vida de um homem ingênuo do Alabama que esteve envolvido, de uma forma ou de outra, nos principais eventos das décadas de 60 e 70, como a Guerra do Vietnã, o Complexo Watergate e o movimento hippie.

Em duas horas e vinte e dois minutos de filme, são mais de 34 clássicos da música norte-americana que dão vida à narrativa de Forrest Gump e que contam cerca de 40 anos da história dos Estados Unidos. Alguns nomes que fazem parte da trilha de Forrest Gump são Aretha Franklin, Bob Dylan, Creedence Clearwater Revival, Jimi Hendrix, Lynyrd Skynyrd e The Doors.

“Run, Forrest, run!”

 

  • Pulp Fiction: Tempo de Violência (1994)

Dirigido por Quentin Tarantino e estrelado por John Travolta, Samuel L. Jackson e Uma Thurman, o filme conta três histórias diferentes ao mesmo tempo (sem uma linha cronológica de começo-meio-e-fim) que se entrelaçam no decorrer da obra.

Dois sons que se destacam no longa é “You Never Can Tell”, de Chuck Berry, que embala a dança de Mia Wallace e Vincent Vega, e “Girl You’ll Be a Woman Soon”, da banda Urge Overkill. Além destes artistas, também estão presentes na obra canções de Neil Diamond, Dusty Springfield, The Centurions e Kool & the Gang.

“Eu acredito que Marsellus Wallace, meu marido, seu chefe, disse para você me levar para sair e fazer o quê eu quisesse. Agora eu quero dançar, eu quero ganhar. Eu quero aquele troféu, então dance bem”.

 

  • Um Drink no Inferno (1996)

Um dos primeiros roteiros de Tarantino dirigido por Robert Rodríguez é uma mistura de violência e humor. A trilha sonora do filme é marcada pela música “After Dark”, de Tito & Tarantula, que aparece na cena de apresentação da personagem Satanico Pandemonium, interpretada pela atriz Salma Hayek, no bar mexicano de strip-tease Timmy Twister. Outros nomes que compõem a trilha são The Blasters, Jon Wayne e ZZ Top.

The Snake Dance.

 

  • Shrek (2001)

Sucesso entre todas as idades, a animação conta a história do ogro Shrek, que teve seu pântano invadido por diversos personagens de contos de fadas que foram banidos de seu reino por um lorde maldoso. Para recuperar a sua paz e tranquilidade, Shrek embarca numa aventura para resgatar a princesa Fiona, presa em uma torre mantida por um dragão.

A música tema de Shrek é “All Star”, da banda americana Smash Mouth, que também embala o casamento de Shrek e Fiona com o som “I’m a Believer”. A trilha também é composta por artistas e grupos como David Bowie, Led Zeppelin e The Proclaimers.

O amor não existe somente em contos de fadas, não é mesmo?

 

  • Guardiões da Galáxia (2014)

Produzido pelos estúdios Marvel, o filme reúne quatro extraterrestres em uma missão para salvar e proteger o futuro da galáxia. A música “Hooked on A Feeling”, de Blue Swede, marca a trilha sonora do longa e aparece ainda no primeiro trailer lançado pela produtora. Outros sons que se destacam nesta aventura de ficção científica são “Cherry Bomb”, do The Runaways, “Come and Get Your Love”, do Redbone e “Moonage Daydream”, de David Bowie.

“Eu sou o Groot!”

 

Por Thaiane Almeida


Você na Ghost

Deixe um comentário

O seu email não será divulgado.Campos obrigatórios*



Continue reading

Current track

Title

Artist

Background